O MACHO DA MINHA MÃE, DA MINHA IRMÃ E TAMBÉM O MEU !

Um conto erótico de NUBER
Categoria: Grupal
Data: 07/06/2019 09:32:22
Última revisão: 18/06/2019 23:03:20
Nota 10.00

Vou contar em detalhes aos leitores da CDC todas as loucuras sexuais que aconteceram nesses últimos meses na minha incrível família.

Morávamos eu, mamãe e minha irmã e o caseiro em uma bela chácara distante uns 20 minutos do centro da cidade.

Já fazia alguns anos que mamãe era divorciara de meu pai.

Minha mãe Veronica é loira, 1.72m, 38 anos, um corpo espetacular sempre bem cuidado em academias e também nadando quase todo fim de tarde na piscina de nossa chácara após sair do trabalho em sua fabrica de lingeries no distrito industrial da cidade.

Nathália minha irmã tem 19 anos, 1.71m, loira também, seios pequenos em relação aos peitões siliconados da mamãe e desde que passei a ficar esperto em relação às garotas fiquei sabendo que minha querida irmã sempre foi uma tremenda putinha no colégio onde estudava.

Victor é o meu nome, tenho 18 anos, 1.70m, loiro com um corpo legal porque como mamãe eu estou sempre nadando, além de relaxar é ótimo para me manter em forma, meu pinto é de tamanho normal, tem 14/15 cms, mas o que chama a atenção é um saco bem desenvolvido com duas bolas grandes.

O outro morador em nossa chácara que era o Sr. Paulo, o caseiro de 45 anos que cuidava de tudo há quase 10 anos.

Paulão como mamãe e nós o chamávamos era um negro de 1.80m, muito simpático e com um corpo forte cheio de músculos bem definidos.

Nossa família realmente era bem diferente comparada com as dos meus amigos porque havia uma liberdade que não era permitida em outras casas.

Mamãe e minha irmã tomavam banho sem fechar as portas dos banheiros e na piscina de casa nunca se colocava biquíni ou sunga para nadar e nem mesmo a presença de Paulão quebrava esse costume ao transitar por todas as partes da chácara e ao passar perto da piscina e nos via completamente nus dava uma olhada discreta e seguia em frente parecendo não demonstrar muita curiosidade.

Paulão estava sempre vestido com um short branco e camiseta regata colada ao corpo realçando seus músculos perfeitos.

Esse costume de andar nus em casa foi o que fez despertar meu tesão de vez, admirar o corpo maravilhoso de mamãe com sua buceta lisinha sempre depiladinha fazia meu pinto ficar durinho rapidinho e eu saia de perto disfarçando minha excitação e me masturbava loucamente gozando um monte.

Minha irmã apesar de não ter um corpo tão voluptuoso quanto o de mamãe também despertava meus desejos reprimidos pela minha timidez em relação às garotas, sempre tive o maior receio de ser rejeitado por elas e eu nem sabia qual era o real motivo desse medo exacerbado em relação às mulheres porque eu era um rapaz além de bonito de rosto tinha um belo corpo.

Apesar de mamãe e minha irmã serem o motivo principal de todas minhas punhetas quase diárias não me passava pela cabeça querer transar com nenhuma delas era apenas o tesão por mulheres que exerciam um fascínio incrivel sobre mim.

Se eu era tímido e sem coragem para perder a virgindade com alguma garota foi com a própria irmã que aconteceu minha primeira loucura sexual.

Que minha irmã era putinha demais isso eu já sabia pelos comentários “maldosos” dos amigos de colégio, mas naquela tarde de verão depois de sair da piscina fui ao banheiro passar uma água no corpo e aproveitando estar sozinho em casa comecei a bater uma punheta deliciosa bem cadenciada quando minha irmã entrando se deparou comigo naquele estado e sorrindo bem safada disse:

-hummm... tadinho do meu irmãozinho... só na punheta como sempre... como sou uma irmãzinha boazinha acho que ta mais que na hora de ajudar o meu irmãozinho punheteiro a gozar de uma maneira bem mais gostosa... quer que eu faça isso pra você maninho querido?

Fiquei tão sem reação em ser surpreendido pela minha irmã que não consegui falar nada e quando me dei conta ela já estava ajoelhada no piso do box e sua boca quente começou um boquete maravilhoso e acho que bastaram algumas mamadas para que eu desse um gemido alto começando a ejacular como um cavalo na boquinha sedenta da minha irmã safada que mostrou que sabia como fazer isso porque a puta engoliu toda minha porra sem deixar uma gota escapar.

Até pensei que ia desfalecer de tanto prazer, meu corpo tremia como vara verde encostado no vidro do box, que sensação deliciosa ter uma boca sugando minha rola com tanta volúpia, o tesão era tanto que mesmo depois de ter gozado meu pinto continuava duro como uma rocha e minha irmã putinha toda safada se levantando sorriu sacana dizendo:

-hummm... tua rola é perfeita pra ser chupada maninho... adoro engolir porra quentinha... agora que já gozou gostoso na boquinha da sua irmã puta... e essa rola continua durinha... vai comer meu cuzinho... do jeito que eu gosto... soca forte que eu adoroooooooo... come meu cu seu taradinho safado!

Minha irmã colocou as mãos na parede empinando seu bumbum e encaixei a cabeça da minha rola no seu cuzinho tesudo enfiei de uma vez até o talo. A putinha deu um gemidinho safado e passou a rebolar que nem uma louca jogando o corpo pra trás pra sentir minha rola todinha socada no rabo da taradinha e como já tinha gozado na boca dela comi o cuzinho da vadia até quando ela quis e só então gozei novamente.

Difícil escolher qual o gozo mais tesudo, na boquinha ou no cuzinho da irmã putinha, mas perdi a virgindade de uma maneira maravilhosa e durante o banho abracei a maluca tarada agradecendo por me proporcionar tanto prazer e a safada então me confessou que já fazia tempo que queria tirar meu cabaço, já que eu era medroso demais em atacar as amigas dela ela brincando disse que decidiu fazer esse “sacrifício”.

Dei uns tapas na bunda da safada por ficar zoando minha timidez extrema e depois ficamos batendo papo e a safada me revelou que não podia ver uma rola dura que já queria sentar em cima e rebolar e quando todo curioso quis saber com quantos namoradinhos já havia transado ela caiu em risos e disse que já tinha perdido a conta e que dificilmente conseguia ficar um dia sem meter, minha querida irmã era tarada demais da conta.

Durante uma semana minha irmã vinha “dormir” no meu quarto e recebi um treinamento intensivo de sexo com a tarada, a bucetinha da safada não era apertada, mas parecia um vulcão de tão quente e realmente Nathália sabia como dar prazer e receber prazer e aprendi a ser um macho de verdade. Depois disso minha irmã passou a trazer suas amigas putas em nossa chácara e acabei comendo as vadias bem gostoso perdendo de vez a timidez.

Que minha irmã era uma vadia eu já sabia há muito tempo, mas o que descobri sobre minha linda e maravilhosa mãe me deixou de queixo caído.

Eu tinha sido convidado para um churrasco na casa de um amigo e quando sai falei para minha mãe que voltaria bem de tardezinha só que durante o evento aconteceu uma briga feia por causa de namorados ciumentos e o clima ficou bastante ruim e a “festa” terminou e acabei voltando para casa bem mais cedo que esperava.

Foi então que ao entrar em casa ao me dirigir para meu quarto logo escutei gemidos bem altos de alguém fazendo sexo na sala de TV e logo imaginei minha Irmã puta transando com um de seus ficantes, mas ao chegar à porta e ver que estava aberta enfiei o rosto para ver o que estava rolando vi uma cena inimaginável, mamãe loira e linda de 4 no sofá e atrás dela socando uma rola descomunal o nosso caseiro Paulão.

Mamãe sentindo aquela rola negra enorme penetrando forte na sua bucetinha branquinha rosada gemia soltando gemidos de prazer sussurrava:

-ahhhh... meu macho negro gostoso... fode minha buceta com força... come sua puta branca seu tarado safado... quero gozar nessa pica gostosa!

Aquela rola negra era algo incrivel de admirar, cabeçuda, cheia de veias, um saco enorme e ele todo macho passou a dar uns tapas fortes na bunda de mamãe dizendo:

-rebola cadela branca tarada... gosta de pica negra né sua vadia... rebola na minha pica sua safada... vou deixar essa buceta branca inchada... dá gostoso pro teu macho negro sua vagabunda... ahhh... bucetão tesudo... goza... quero essa buceta pingando de tesão... ahhhhh!

A bunda da mamãe ficou vermelha rapidinha dos tapas que Paulão aplicava sem dó e os gemidos se tornavam ainda mais intensos e logo ela urrou de prazer tendo um orgasmo intenso e copioso.

Quando me dei conta percebi que minha rola esta durinha como aço assistindo minha linda e maravilhosa mãe sendo comida sem dó por aquele negro extremamente bem-dotado e logo notei que a coisa ia ficar ainda mais quente porque o negão encaixou a cabeçona negra na portinha do cuzinho dela e cravou aquele monstro até o talo, mamãe gritou alto, mas não era de dor, e toda tesuda olhou pra trás e sussurrou:

-come meu cu seu negro tarado... não agüenta ficar sem enrabar a sua puta loira né seu safado... ahhh... que pauzão gostoso no rabo... fode meu cu... ahhh... delicia de pica... faz sua puta branca gozar pelo rabo seu taradooooo... gostosooooo!

Que loucura era aquela que eu estava assistindo ali de pé na porta da sala de TV, nem Paulão nem mamãe pareciam ter percebido a minha presença e Paulão espanca a bunda branca da mamãe sem dó e a safada adorava e pedia mais, seus gemidos se transformaram em urros e gritos de tesão incontido e foi então que sem pensar levei a mão pra dar uma apalpada no meu pinto duraço que estufava a minha bermuda e assim que relei gozei que nem louco, eram jatos de porra um atrás do outro e tive que morder os lábios pra não gemer e denunciar a minha presença.

Mamãe parecia que pegava fogo de tanto tesão tendo um orgasmo atrás do outro com aquele pauzão negro descomunal penetrando fundo no cuzinho tesudo da safada e depois de alguns minutos Paulão deu um urro e gozou que nem um cavalo enchendo o rabo da minha mãe tarada e ficaram engatados durante um tempo até que ele tirou a rolona negra de dentro dela e deu pra ver perfeitamente o filete de porra branca escorrendo do cu arrombado da minha mãe puta.

Sai dali rapidinho indo para meu quarto e tirei a cueca e a bermuda toda melecada do meu gozo entrando debaixo do chuveiro pra passar uma água gelada no corpo e ao lavar minha rola notei que apesar de ter gozado deliciosamente ela continuava durinha só de me lembrando da cena de mamãe sendo traçada como uma vagabunda pelo caseiro negro bem dotadão.

Sai do banho e me deitei na cama peladão pensando naquela loucura que havia presenciado e acabei adormecendo depois de umas duas horas fui acordado pela minha irmã putinha que tinha acabado de chegar da casa de uma amiga e até me assustei com a safada brincando com minha rola durinha entre seus lábios sedentos e a me ver despertando disse:

-hummm... já que encontrei meu maninho tarado com a rola durinha não vou deixá-la continuar assim... vou tirar leitinho dela... goza na minha boca safadinho... goza gostoso... da tua porra quentinha... hummm... deliciaaaaaa!

As atitudes de minha querida irmã puta eram completamente malucas e a safada enfiou minha rola inteirinha na boca mamando gostoso por alguns minutos até que dei um gemido mais alto e gozei na boquinha da putinha e ela engoliu tudo e em seguida sorrindo safada comentou:

-hummm... pelo que senti na minha boca meu maninho tarado tava com o estoque de porra baixo hein... não gozou um monte como sempre faz... comeu alguma putinha no churrasco que você foi é?

Cai na risada com a observação sacana da minha irmã puta e na hora resolvi comentar sobre ter assistido a trepada muito tesuda da mamãe com o caseiro Paulão e Nathália toda safada sorriu dizendo:

-é... demorou pra você descobrir isso hein... apesar de mamãe tentar ser uma puta discreta... já faz um tempão que descobri que o negão come a mamãe... ela é escrava sexual dele... a tarada se mija toda gozando espetada naquele pauzão negro enorme... ele é um super gostoso... que pauzão gostoso que ele tem... aquilo dentro de uma buceta tesuda e um cuzinho guloso é uma loucura deliciosa!

-sua safada... devia ter me contado antes esse segredo... mas... pela tua conversa acho que o negão não come só a mamãe... do jeito que você fala sobre o pauzão gostoso dele... garanto que já deve ter levado rola do negão também... você também é uma puta tarada!

-maninho esperto hein... claro que o Paulão já socou aquele pauzão enorme na minha buceta e no meu cu um monte de vezes... e já faz tempo que ele também me come... é só ele mandar que eu fico de 4 prontinha pra ser enrabada por aquele negão tarado safado... ele adora abusar das putas dessa casa... o safado adora uma bunda branquinha pra socar aquele cacetão preto de cavalo.

-hummm... mas... me conta... a mamãe sabe que ele come você também!

-claro que sabe maninho... já te falei que ela é escrava sexual dele... ela faz tudo que o negão tarado manda... de vez em quando o safado coloca eu a mamãe juntas no sofá e enraba nos duas... na primeiras vez que ele comeu eu e a mamãe juntas ela ficou um pouquinho sem graça... mas... quando a puta começava a gozar que nem louca... rapidinho perdeu a vergonha... e a putaria rolou de tudo quanto foi jeito... eu também topo tudo sem frescura!

-nossa... então além da minha irmã puta... mamãe também é uma tremenda pervertida né... só o tonto aqui é que não desconfiava de nada!

-maninho... demorou, mas você agora ta ficando esperto... e deve agradecer isso a sua irmãzinha puta que tirou seu cabaço... senão acho que até hoje você ainda seria virgem... qualquer dia que o Paulão for comer eu e a mamãe juntas eu te aviso pra você assistir e gozar gostoso batendo punheta!

Realmente demorei a descobrir que em nossa casa tudo era permissível sexualmente e com certeza tudo iria ficar ainda melhor.

Dois dias depois do flagra que dei em mamãe fui pegar a bicicleta pra dar um passeio como fazia de vez em quando na parte da tarde e notei que o pneu estava vazio e após procurar a bomba manual pra encher não a encontrei e resolvi procurar Paulão que certamente saberia onde ela estaria e me dirigi até seu quarto que ficava no fim do corredor e quando cheguei encontrei a porta entreaberta e empurrei-a entrando e dando de cara com Paulão deitado peladão recostado na cabeceira da cama com seu pauzão negro enorme duro como uma rocha e então olhei pra TV ligada e na tela rolava um filme pornô bem quente e fiquei sem reação diante dele e ele sorrindo pegou o controle remoto deu uma pausa no filme e disse:

-opa... o que aconteceu pra você vir aqui no meu quarto Victor... acho que da pra contar nos dedos às vezes que isso aconteceu... por acaso ta pegando fogo na casa?

Por instantes fiquei totalmente mudo só olhando pra aquela rola descomunal negra com duas bolas enormes e então dei um sorrisinho dizendo:

-eu... bem... desculpa... eu devia ter batido na porta Paulão... mas... não imaginei que ia te pegar assim... peladão assistindo filme pornô... juro que não queria atrapalhar você... mas... é que eu queria dar uma volta de bike e o pneu ta vazio e não achei a bomba pra encher... por isso que vim aqui!

-tranquilo meu querido... é que tua mãe e tua irmã saíram pra fazer compras no shopping e só voltam à noite... então aproveitei pra assistir uns filmes bem quentes que comprei no camelo... mas... a bomba deve estar no armario do quarto da despensa... mas... pode deixar que vou achar pra você!

-Paulão... pode deixar... não precisa se preocupar... continue assistindo o filme... acho que deve ta bom demais pelo jeito que você tá... nossa... eu já vi vários pintos de amigos no clube onde faço natação... mas nunca tinha visto um pintão desse tamanho... como é enorme... eu achava que grandão assim só nos filmes pornos... bom... tô indo... vou pegar a bomba!

Paulão sorrindo bem sacana disse:

-realmente o filme está ótimo... minha picona negra tá adorando pelo que você tá vendo... quando quiser assistir algum filme é só me pedir que tenho uma coleção enorme... adoro filme de sacanagem!

Sai dali com a imagem daquele falo gigante em minha mente e só de lembrar do negão fodendo a minha mãe e sabendo que o safado também comia minha irmã puta... meu pinto ficou tão durinho que parecia que se batesse em algum lugar rigido iria trincar e depois de pegar a bomba fui até a garagem e enchi o pneu da bike e sai pela estradinha de terra pedalando.

Após pedalar por uns 15 minutos peguei uma descida um pouco ingrime e a bike pegou mais velocidade e quando chegou em uma curva la embaixo havia um grande lamaçal... havia chovido na noite anterior e não consegui controlar a bike e levei um tombo daqueles... além da pancada forte no quadril fiquei totalmente enlameado... ao tentar me levantar escorreguei e cai novamente e acho que não ficou mais que 10% do meu corpo sem lama.

Na hora fiquei puto de raiva pelo tombo... mas após me levantar e ver que não tinha acontecido nada mais grave comecei a rir da minha desgraça e me lembrei que ainda bem que não tinha ninguém filmando senão seria uma tremenda vídeo-cassetada.

Ainda bem que a bike não teve muitos danos e pude voltar pedalando e assim que entrei na chácara vi Paulão com seu short branco e camiseta regata, com certeza já tinha batido uma punheta e gozado assistindo ao filme e fui ao seu encontro e assim que ele viu meu estado deploravel deu um sorriso sacana dizendo:

-parece que o loirinho resolveu mudar de cor... ta marronzinho agora!

Rapidamente contei ao Paulão o que havia acontecido e ele disse que deveria me lavar no chuveiro ao lado da piscina pra tirar a lama que estava grudada na roupa e na minha pele e claro que aceitei a idéia e fomos até la.

Antes de ligar o chuveiro Paulão disse:

-vou tirar minha roupa pra não me sujar e poder te ajudar no banho... acho que esse banho vai ser um pouco demorado... tem lama até na tua alma!

Em instantes Paulão ficou nu e ao olhar entre suas coxas musculosas vi seu pauzão negro quase totalmente duro e resolvi ser bem safado dizendo:

-nossa Paulão... teu pintão parece que não fica mole de jeito nenhum... fiquei curioso e queria te perguntar... você gozou assistindo o filme?

Paulão em seguida abriu o chuveiro sobre minha cabeça... eu ainda estava de roupa... ele disse que era pra deixar a água dar uma boa lavada no tecido pra não ficar muito encardida e dando um sorriso sacana pegou seu pauzão com uma das mãos dando uma bela balançada no bicho expondo a cabeçona enorme e disse:

-eu gosto de ficar de ficar assim de pau duro o dia inteiro... gosto de sentir o bichão com tesão... só gozo quando não aguento mais... e gozo bastante!

O jato de água do chuveiro era bem forte e rapidinho a lama desceu pro ralo e então Paulão disse:

-agora que o loirinho deixou de ser marronzinho vamos tirar essa roupa pra tomar um banho de verdade!

Com naturalidade Paulão me ajudou a tirar minha roupa molhada me deixando peladinho... meu pintinho estava bem molinho e encolhido... e foi então que ele então disse:

-é... agora ta dando pra ver que o tombo foi bem forte... se não fosse a lama dar uma aliviada no impacto poderia ter sido bem pior... só que o loirinho vai ficar com uma marca roxa durante uns dias... você bateu o quadril e uma parte do bumbum e até deu uma ralada na pele... quando passar o sabonete vai arder um pouquinho... mas isso vai sarar logo!

Quando me dei conta Paulão já estava com um sabonete na mão e começou a me ensaboar bem devagar dizendo:

-pode deixar que o negão aqui sabe como dar banho em loirinhos que levam tombo de bicicleta... relaxa que eu sei que você vai gostar!

Paulão ensabou bastante minha cabeça e a espuma descia pelo meu corpo e quando abri os olhos e olhei pra baixo vi que o pauzão negro do negão estava duraço como estava no quarto assistindo filme... a cabeçona até brilhava... e apesar de não estar acontecendo nada de anormal até aquele momento percebi que começava a ficar excitado... meu pintinho dava sinais de querer ficar duro e ele ficou logo em seguida quando as mãos fortes do negão deslizaram pelas minhas costas e ele passou a esfregar o sabonete bem devagar como se fosse um ritual.

Paulão então me virou de costas pra ele mandando que colocasse minhas mãos na parede e o jato de água passou a bater na minha nuca e em instantes as mãos do negão deslizavam facil pelo meu corpo coberto pela espuma... realmente onde eu tinha ralado a pele ao cair ardeu um pouco... mas isso não importava naquele instante... as mãos de Paulão chegaram no meu bumbum branquinho e ele então depois de passar bastante o sabonete sussurrou baixinho perto do meu ouvido!

-Vou fechar o chuveiro um pouco para o loirinho ficar bem ensaboado... abre um pouquinho as pernas... vamos ensaboar bem o reguinho da tua bundinha linda... pra não deixar nenhum grãozinho de areia nele... faz o que eu to mandando meu querido!

-meu pinto estava duro demais... e sem pensar fiz o que mandou e logo senti suas mãos fortes espalmando meu bumbum todo cheio de espuma e em segundo senti seus dedos espertos deslizando no meu reguinho e quando ele tocou no meu anelzinho virgem não contive um gemido contido e logo um dedo grosso esperto mergulhou fundo no meu cuzinho e sem conseguir me controlar gemi alto gozando copiosamente.

Meu corpo tremia que nem vara verde e meu cuzinho virgem piscava que nem louco com aquele dedo grosso enterrado nele e logo percebi que tinha mais de um dedo atolado no meu rabinho virgem e a sensação disso me levava à loucura!

Meu pinto nem amoleceu continuando duro e tive a certeza absoluta que Paulão ia comer meu cuzinho com seu pauzão negro cabeçudo.

Ele tirou os dedos de dentro de mim e todo safado me encoxou e seu pauzão deslizou no meu reguinho e se alojou no meio das minhas coxas e ele todo sacana mordiscou minha nuca soltando seu hálito quente me fazendo arrepiar por inteiro e sussurrou:

-demorou, mas te peguei seu safadinho... você agora vai ser meu viadinho... faz tempo que queria essa bundinha branca linda rebolando na minha pica negra... e hoje você não vai escapar... vamos para o meu quarto... gosto de comer viadinho na cama!

Paulão abriu a água do chuveiro continuando colado no meu corpo... a espuma logo escorreu e ele então me pegando pela mão foi me levando para seu quarto... o segui como se fosse um cachorrinho adestrado... apesar do medo que aquele pauzão negro cavalar causava o desejo de tê-lo dentro de mim era bem maior... com apenas um dedo grosso no meu cuzinho eu havia gozado deliciosamente... só de imaginar sendo comido por aquele negro tarado meu tesão ia nas alturas... eu queria sentir o que mamãe e minha irmã puta sentiram... meu lado feminino se mostrava por inteiro.

Chegamos ao quarto e Paulão todo macho se recostou na cabeceira da cama com seu pauzão negro duraço apontato pro teto e bem safado disse:

-vem meu loirinho safado... você sabe o que tem que fazer pra agradar o macho que vai te comer gostoso... quero tua boquinha linda mamando na minha pica negra meu viadinho gostoso... vem mamar que é todo seu!

Eu estava completamente hipnotizado diante daquela rola gigante e devagar me ajoelhei entre suas coxas grossas e pegando naquela rola com minhas mãos comecei a lamber a cabeçona e Paulão todo macho puxou minha cabeça pelos cabelos dizendo:

-engole viado... quero minha rola negra no fundo da tua garganta... chupa com vontade viadinho safado!

Apesar de nunca ter feito isso antes cai de boca naquele pauzão e mamei como um bebe esfomeado e Paulão de vez em quando tirava ele da minha boca e batia no meu rosto me chamando de viadinho... safado... putinho... gostoso... e isso fazia meu tesão ir a 1000.

Quando Paulão sentiu que eu estava pronto pra ser enrabado ele me fez deitar de bruços na cama com um travesseiro grande debaixo do meu ventre fazendo com que meu bumbum ficasse bem no alto e logo senti seu corpo quente e musculoso colar em minhas costas... a cabeçona daquele pauzão negro sabia perfeitamente onde devia ir se encaixando no meu anelzinho virgem e em segundos senti a pressão querendo me penetrar... meu pinto roçava duro roçava no travesseiro e o tesão era cada vez mais forte... Paulão mordiscava minha nuca e então deu uma fincada forte e a cabeçona laceou meu cuzinho abrindo caminho para o resto daquelea rola gigante... gritei alto me sentindo rasgado ao meio... o negão nem se importou com meus gritos e foi enfiando tudo até seu púbis colar na minha bundinha e todo macho ele sussurrou:

-pode gritar viadinho... não vai vir ninguém pra te socorrer... vou te enrabar do jeito que eu gosto... adoro ouvir viadinhos gritando quando eu como o cu deles... mas o teu é especial... desde novinho sempre quis te comer... e vou deixar esse cu virgem do tamanho da minha rola... agora trata de rebolar e dar gostoso pro teu macho senão vou te dar uns tapas pra voce me obedecer... eu gosto de putas e viadinhos bem submissos... rebola viado!

Percebi que eu seria mais um escravo sexual daquele negro tarado bem-dotado e devagar comecei a rebolar meu bumbum na rola negra daquele safado... demorou um pouco, mas logo eu dava gostoso pra ele... com a dor de ser descabaçado meu pintinho amoleceu totalmente... mas o prazer de sentir aquele pauzão me enrabando gostoso me levava à loucura... aquele pauzão quente e grosso entrava e saia com força dentro do meu cuzinho me fazendo gemer e perder por completo o pudor e sussurrei todo submisso:

-aiiii Paulão... tua rola é uma delicia... me fode... ahhhh... vou gozar... que delicia ser enrabado por você... gostoso!

Paulão todo macho passou a meter mais forte dizendo:

-ahhh... cuzinho gostoso e apertadinho que o loirinho safado tem... ahhhh... isso... rebola que vou encher teu cuzinho com minha porra seu viadinho safado... teu cuzinho é todo meu... ahhhh... safado gostoso... ahhhh... goza comigo viadinho!

Gritei de prazer quando senti o primeiro jato de porra fervente do negão e gozei junto com ele... gozei de pinto mole... mas o prazer foi tão intenso que pensei que iria desmaiar... Paulão socava até o talo e parecia que mijava dentro do meu cuzinho arrombado... era muita porra no saco do negão.

Devagar tudo foi se acalmando e o pauzão negro foi amolecendo dentro de mim e quando escapou até me deu vontade de pedir pra enfiar de volta... eu me tornara o viadinho daquele negro tarado e com certeza iria ser comido novamente quando ele quisesse... o safado era o macho da minha mãe... da minha irmã e também o meu!

Não tinha do que reclamar, logo tudo iria ficar ainda mais pervertido, mas só irei contar pra vocês no próximo relato.

//one-seo-capital.ru/anydesi/perfil/180559

e-mail: [email protected]

CP1 member

HYHYHY1J4M

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/06/2019 23:02:46
maravilhoso bati uma
11/06/2019 09:32:40
Conto gostoso da porra!!! Continua logo!
10/06/2019 21:41:23
Que conto foda!! Muito bom!
10/06/2019 14:28:26
Excelente como sempre .!!!!!
09/06/2019 15:27:05
Simplesmente maravilhoso !!!
07/06/2019 18:55:16
Muito bom

Online porn video at mobile phone


mulheres chorando muito pedindocpra parar de botar no cucontos eroricos mendingo gay e garicontos eroticos levei piça gg no cu ( madura ) fotos de mulheres com as bundonas só de calcinha e homem apertando encostando o seupauxxvideo era so pra passa a cabesinhalevei minha esposa num glory hole conto realxvideos tapeando dorme com prima efaz carinho nela sexocontos Diretora de escola adora chupar a rola do vigialesbianismo entre evangelicas pornodoidoyoutube tarado sobrinhas sexaul tirado a roupa nuasContos porno com motoristaver porno negao dotado emulher com muito tesao egosanopornô cara cara Guga e c****** da mulher dele tá ficando 2018 a mulher gozar o homem gozar na boca da mulherxxvideo filha fazes faxina no quarto dopaigostoza rabuda sendo encoxada por picudo ater gozsrconto erotico velha casada banca negao pirocudoporno homem pega sua mulher com seu amigo e ao inves de briga fica só olhando e se masturbando escondidovideo de padrasto tentando resistir a enteada rebolando no colo deleXividios .com brincano delutar com o irmaoajudei minha filha perde vigidade com meu cunhado contoContos eróticos de mulheres se consolando com um stran - on contoscomo cu viadinho lisinhoRelatos erotico curtinhos com detalhes sobre virgem penetrada a força violentamenteEnpregada sendo encoxada por trs de sainhaSE O MACHO FOR NEGRO E CACETUDO SUA ESPOSA JÁ ERA Fui amarrada braços para cima contos bdsmcontos eiroticos leilapornXvideo comeu o cu da sogra bu Cetonwww.porno zoofilia.com/contos dando buceta virgem dois cavalos?x vodios popas e bosrtonaMeu´pai´meu´machoEGUA FUDENDO COM HOMEM GOZANDO E ABRINDO A BUCETA E RINXANDOcontos gay luiz virando mulherzinha na cadeiamulher gravida barriguda lava a xoxota e o cu pra fudecomtos eroticos comi minha filha quamdo ela timha quatro anostranzasaovivoxxxvideos gozandone buseta da ninfetavidios sexuais de esposas namorando estranhos e maridos gostandomulher da bundona fica de quatro e negao li enfia a pirocagay aprumando o pau no cu e sentando gostosover somete vidio duas pica grade na buceta virger saiu sangecontos eróticos homem fudendo garota na frente do computadorconto erotico sexo com soldadowwwxxvideo filhinha meche o bumbumwww.vacas cavalas quartudastarado estorando boi no mato xvidio.comcomendo a tia no chevette xvideoconto erotico apertada pra fazer xixiTravesti fodi com cinco garotos ate cagarxoxota coxuda melada contosmulheres que não aguentaram dar para negão em cirurgiaXVídeos dando o c****** apertadinho evitando a raivaxvideo.amiga chupa.a buceta da a migalha dormindoputaria brasileira padrastro pegado a força a intiada virgem numca namorouquero ler histórias e conto de homem casado que deu o c* pela primeira vez o c****** vídeo para travesti do pau gigante chorou rebentou em conta se dói ou nãoler conto eroticos fui comida num bloqueiocontos eroticos fode Frouxoentregei uma pizza e mepagou com boqueteporno contos morando na casa do sogro bravocasadoscontos casal adora negros comedor de cu c/fotos reaisencoxada as escurasxvideo caseiroinha ir gozandoconto erótico assim nasce uma travesti1metro debtro do cuextremo judiado de socar a mao na bucetaVidio,de,yrma,de,quinzeano,bricano de,lutinha,com,yrmaovideocurtomagrinha e roludocontos gays de incestos- machos maduros x meninos ninfetos.comVo comendo o cu da netinha contos eroticos com fotover mulher preta encurta uma chupando a buceta da outra cima do dente queirocontos eroticos de negoes e ninfetos forçadohttps://www.casadoscontos.com.br/perfil/185159Contos eroticos elacareca peladaconto erotico primo safadomeu sobrinho e eu no carro.ctosconto erotico gay cunhadoscontos eiroticos leilapornvidio de sexo com compadre sedusindo comadre ate fodercontos de incesto brincarpai tem pauzao descomunnal e soca tudo no cusiho da filha gostozinhacontos eroticos cu arrombadocontos eiroticos leilapornmuler bateno ua pueta pro homeFilha safata pai thomar palho pra fudequero ver um monte de mergulhador de 19 a 20 anos de sunga de pau bem duro peladopai pintudo estorado o cabaço da entiada japonesa novinhacomendo o cuzinho rosinha da mamae contos veridicos